Mala mais inteligente em apenas cinco passos

Estamos em julho e os pedidos para que eu fale sobre malas cresceram.

Vou deixar aqui 5 passos de como fazer sua mala ser mais eficiente e ainda por cima leve.

 

PRIMEIRO PASSO – PESQUISA

susan valadares

Saber qual o clima, as atrações e os costumes do lugar para o qual você vai é primordial, assim como pensar em quais programações você pretende incluir e como fará isso, a pé, de carro, bicicleta, enfim.

Algumas ferramentas irão te ajudar a fazer essa pesquisa de uma maneira mais rápida e prática.

Para ter uma previsão do clima é simples, nossos celulares já nos informam. Para verificar o que as pessoas estão usando na cidade de destino, você pode usar o Instagram. Com ele você consegue fazer pesquisas ainda mais detalhadas como por exemplo o que as pessoas costumam vestir naquele restaurante ou museu que pretende visitar. Com essas informações fica mais fácil montar um look dentro do seu estilo pessoal que te faça se sentir à vontade nas suas programações.

 

SEGUNDO PASSO – ANÁLISE

personal stylist

 

Quantas cidades estão no roteiro? O clima é o mesmo em todas? Quais as programações?

Isso tudo você verificou no primeiro passo e agora é hora de analisar o quanto de roupa você precisará levar e para isso você precisa determinar quais serão as suas programações.

Se seus eventos forem acontecer somente durante o dia e diretão, saindo do hotel cedo e voltando só depois do cair da noite, apenas um look por dia será o suficiente.

Caso sua programação tenha eventos de dia como explorar a cidade e de noite, jantares por exemplo, será preciso fazer suas peças renderem mais e passarem por ambas as situações o maior número de vezes possível.

Conseguimos isso do mesmo jeito que fazemos no nosso guarda-roupa no dia a dia. Menos peças de baixo que sujam menos e aparecem menos na memória e em fotos por exemplo, e mais peças de cima.

O ideal para que isso funcione bem em viagens, principalmente as de verão, é que você primeiro use seus looks nos eventos noturnos, que são mais curtos e onde praticamente não sujamos as peças, e que essa parte de baixo forme o look do próximo dia.

Para não ter erro, é legal fazer um diagrama e cortá-lo preenchendo com os dados das atividades que pretende incluir no roteiro.

 

 

TERCEIRO PASSO – MONTANDO LOOKS

personal stylist

 

Sair em viagem sabendo o que vai usar em cada situação é libertador e te permite curtir muito mais o destino, sem dilemas na hora de se arrumar e nem malas pesadérrimas para carregar.

Eu sei que imprevistos acontecem, mas ainda assim, quem se programa está à frente de quem leva todo o closet.

Para não correr o risco de ficar sem o que vestir e mesmo assim não precisar exagerar no número de peças, a ordem na composição desses looks é fazer render.

Cada peça de baixo deve render de dois a quatro looks, mais que isso você corre o risco de usar roupa suja.

Na hora de escolher as peças o ideal é levar somente o que você ama.

 

QUARTO PASSO – DOCUMENTAR

personal stylist online

 

Fotografar suas escolhas te fará economizar ainda mais tempo no seu destino.

Em cima da sua cama mesmo, assim que for terminando de montar cada look, fotografe e coloque em uma pasta no celular determinando o local em que será usado, baseado lá na sua pesquisa no instagram.

 

QUINTO PASSO – MONTANDO A MALA

susan valadares

 

Ganhar espaço sem resultar em roupas amassadas é o que queremos nessa etapa, além de encontra-las com facilidade claro.

Para os objetos, o ideal é ter algumas nécessaires pequenas do que uma ou duas grandes. Assim você divide os produtos por categorias o que facilitará que você encontre o que precisa sem muito esforço e além disso, essas nécessaires te ajudarão a preencher pequenos espaços que surgirão conforme for montando a mala.

Quanto as roupas, o ideal é que na hora de dobrá-las elas estejam o mais esticadas possível, sem rolinhos para que não amassem.

Comece colocando no fundo da mala sapatos e as roupas mais pesadas como as calças. Os sapatos devem ser colocados em saquinhos de tecido ou TNT mas nunca em sacos plásticos para que possam respirar. Eles também podem guardar bijuterias e meias no seu interior.

Não se esqueça que no caso de itens de higiene e perfumes, o melhor é que sejam guardados em nécessaires plásticas para se evitar que molhem as roupas em caso de qualquer incidente.

Coloque as calças na mala com as pernas para fora e vá alternando uma para cada lado.

Quando terminarem as calças, passe para as outras peças (blusas, vestidos, camisas), quando terminar coloque as pernas das calças por cima. Os casacos devem ser colocados logo em seguida.

Eu gosto de deixar pijamas por cima, assim, quando chego ao meu destino, posso pegá-los sem muito esforço se eu precisar descansar um pouco.

 

Essas são as minhas dicas e espero que as ajudem tanto na hora da preparação da mala quanto na hora da escolha do que vestir em suas viagens.

Como falar de roupas sem mostrar imagens dificulta o entendimento, aqui abaixo deixo uma inspiração de mala para um verão na Itália, passando por algumas cidades, explorando-as de dia e saindo para experimentar as delícias da culinária italiana a noite. Com apenas 20 peças fiz 20 looks. Você faria assim também ou prepararia uma mala com 40 peças? ; )

Espero que gostem e se inspirem

 

susan valadares

 

 

 

 

 

  • Legal prima mt bem elaborado!! Fiquei mt feliz pelas dicas "sugestões "!! Vou viajar agora no fds é sou um horror pra fazer mal ar! Bjos!

     reply
    susanvaladares
    jul 06, 2:40

    Fico feliz que tenha gostado prima! Compartilha com quem você acha que precisa dessas dicas! Beijos e boa viagem!

     reply

Deixe um comentário

Assine minha newsletter!


Pegue o seu

ebook